30/08/2018
OURO

Grupo inglês interessado em Belo Sun

O projeto de exploração de ouro da Belo Sun em Volta Grande do Xingu, no município de Senador José Porfírio (PA) tem atraído cada vez mais investidores estrangeiros. No momento o capital inglês mostra-se interessado no projeto, que prevê extrair seis toneladas do minério por ano. Essa quantidade se somaria à produção de 17 toneladas anuais (dados de 2017); sendo suficiente para o Governo paraense implantar uma refinaria, em Belém, e completar o ciclo produtivo da cadeia aurífera na chamada verticalização mineral. O grupo inglês interessado é o CD capital, ligado ao mercado chinês da mineração. Uma comitiva visitou recentemente a Secretaria de Desenvolvimento, Mineração e Energia (Sedeme). 
 
O projeto da Belo Sun está orçado em R$ 1,5 bilhão e o governo paraense adiantou aos investidores ingleses que o estado possui uma legislação para incentivos fiscais voltada para a verticalização mineral como fator atrativo. Por meio da Semas o Governo do Pará já concedeu a Licença de Instalação (LI) em fevereiro de 2017, mas o Ministério Público Federal suspendeu a ação por entender que o projeto apresenta riscos às comunidades indígenas. Caso o projeto Belo Sun entre em funcionamento, a produção de ouro vai crescer e abrir o caminho para a verticalização do produto na capital paraense.

Veja também

01/11/2018
EQUINOX GOLD | Concluída aquisição da Mesquite Gold
01/11/2018
GARIMPO | Aripuanã, a nova Serra Pelada?
25/10/2018
AURA MINERALS | Suspensão de operação em Honduras
11/10/2018
METAIS PRECIOSOS | Cetem oferece curso de refino
13/09/2018
AURA MINERALS | Aranzazu evolui para operação comercial