20/05/2015
VOTORANTIM CIMENTOS

Fábrica de pozolânico é premiada pela CNI

Concedido pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), o Prêmio Nacional de Inovação foi entregue à Votorantim Cimentos. A empresa desenvolve uma nova fábrica para a produção de cimento pozolânico em Porto Velho (RO). “O cimento pozolânico nasceu do desafio de abastecer a construção das Usinas de Jirau e de Santo Antônio, no Rio Madeira. Era necessário um cimento com baixo desenvolvimento de calor para garantir a construção de grandes peças de concreto sem riscos de trincas ou degeneração causadas pelo tempo. A região não apresenta reservas de calcário e desenvolvemos um novo material a partir da argila - a pozolana calcinada”, afirma Edvaldo Rabelo, Diretor-Executivo global de Energia, Sustentabilidade & Segurança da Votorantim Cimentos.

A abundância de argila em Rondônia permitiu o desenvolvimento da pozolana, a partir da calcinação do material. Com isto, a Votorantim criou uma nova composição na indústria cimenteira, além da pozolana ser um material sustentável. Com a utilização da pozolana, a Votorantim Cimentos reduziu em 50% as emissões de CO2, 40% de água, 25% da energia elétrica e 10% na geração de resíduos. “O reconhecimento com o Prêmio Nacional da Inovação coroa um longo processo de inovação que vem desde os anos 90, quando iniciamos as pesquisas com a pozolana artificial. Queremos dar a nossa contribuição para a economia regional, entregando produtos de excelência, inovadores e ecoeficientes”, completa Rabelo.

O Prêmio Nacional de Inovação é anual e reconhece empresas brasileiras que contribuíram para o aumento da competitividade do País por meio da inovação. A premiação também tem o apoio da Mobilização Empresarial da Inovação, SEBRAE, SENAI, Ministério da Ciência e Tecnologia, MBC e IEL.