CSN admite que avaliou possível compra

23/06/2022
A CSN havia contratado a RK Partners para formatar uma proposta de aquisição da Samarco para apresentar ao juiz na audiência de conciliação.

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em resposta a ofício da CVM, apresentou esclarecimentos sobre notícia veiculada na imprensa de que estaria interessada na aquisição da mineradora. 

A CSN esclarece que “a notícia se insere no contexto, já de conhecimento do mercado, da reestruturação da dívida da Samarco, e que sempre avalia oportunidades de investimento em linha com sua estratégia de negócio. Desta forma, a companhia reitera que não existe nenhum fato ou documento vinculante que mereça divulgação nos termos da legislação em vigor, mas confirma que contratou a assessoria financeira para avaliar a situação, e as alternativas que eventualmente poderão se apresentar para aquisição de participação na Samarco. 

Por fim, a CSN confirma o “compromisso de manter seus acionistas e o mercado informados, e, na hipótese de ocorrência de qualquer ato que constitua fato relevante, procederá com a tempestiva divulgação”. 

A CSN havia contratado a RK Partners para formatar uma proposta de aquisição da Samarco para apresentar ao juiz na audiência de conciliação. Em nota, os sócios Vale e BHP, que controlam a Samarco, negaram que a empresa estivesse à venda.