24/02/2016
URÂNIO

CRU avalia mercado positivo em 2015

Segundo estudo de análise de custos realizado pela CRU, a mineração de urânio permaneceu com caixa positivo no ano de 2015. A desvalorização das moedas nos principais países produtores de urânio, assim como o aumento da produtividade fez com que os custos médios mundiais caíssem pela primeira vez nos últimos cinco anos, mesmo com uma grande oferta do produto.

O estudo está detalhado no “Uranium Mining Cost Service”, da CRU, que fornece a discriminação dos custos em mais de 90% da oferta de urânio do mundoe ainda inclui projetos com potencial para iniciar a produção em 2035.

Em conjunto com a “Uranium Long Term Market Outlook”, que proporciona um exame detalhado e independente do fornecimento de urânio, a demanda e os preços para 2035, segundo o levantamento da CRU, é projetada para ajudar planejamentos estratégicos e avaliação de ativos individuais , empresas e mercado de urânio para os próximos 20 anos.