03/05/2018
NEXA

Confirmados investimentos de US$ 280 milhões

A Nexa Resources registrou um crescimento de 23% em sua receita no primeiro trimestre de 2018, totalizando US$ 676 milhões, motivado principalmente pelos bons preços dos metais produzidos, volume de vendas estável e crescimento no volume das operações de smelting. O Ebitda ajustado também apresentou aumento de 33%, em comparação a igual período de 2017, com valor de US$ 191 milhões. A margem Ebitda ajustada ficou em 28%.

No trimestre, a empresa produziu 134 mil toneladas de zinco equivalente, volume praticamente igual ao do mesmo período do ano passado, enquanto as vendas tiveram um pequeno aumento de 4,9%, alcançando 146 mil toneladas.

No período os investimentos da empresa em capex ficaram em US$ 33 milhões, com aumento de 6% sobre o primeiro trimestre do ano passado, sendo 29% em projetos de expansão e 71% em operações existentes. Segundo o CEO da Nexa, Tito Martins, os investimentos programados de US$ 280 milhões em 2018 deverão se cumprir. Ele confirmou que o projeto Aripuanã poderá ser aprovado pelo board ainda neste semestre e que as obras de implantação se iniciam antes do final de 2018.

Os principais projetos de capex para o ano são a extensão da vida útil de Vazante (US$ 43 milhões), implantação do empilhamento a seco em Vazante (US$ 22 milhões), FEL 3 e execução potencial em Aripuanã (US$ 20 milhões) e conversão do processo em Cajamarquilla, no Peru, para aumentar a recuperação de zinco (US$ 20 milhões). Também serão investidos US$ 86 milhões em projetos de exploração mineral e US$ 54 milhões no desenvolvimento de projetos.

 

Veja também