06/04/2017
NÍQUEL

CBA testará rota alternativa para carbonato

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) realizará a partir de junho, em caráter industrial, rota alternativa do processo produtivo de carbonato de níquel. A rota desenvolvida visa reduzir os custos da matriz energética da unidade de Niquelândia (GO). 
 
A companhia irá religar um forno para o processamento de 200 mil toneladas de minério já lavrado, que se encontra estocado. O volume permitirá uma produção durante sete meses, com destinação à metalurgia em São Miguel Paulista. A CBA esclarece, no entanto, que o cenário de suspensão temporária do Negócio Níquel permanece inalterado, visto que não houve mudanças quanto às condições de mercado.