26/07/2018
ACIDENTE

BHP Billiton defende Samarco na Austrália

A BHP Billiton anunciou que irá defender a mineradora Samarco contra uma ação coletiva na Corte Federal da Austrália sobre o caso do rompimento da barragem de Fundão em novembro de 2015, que vitimou 19 pessoas. A BHP não comentou sobre quem entrou com ação coletiva. 
 
A mineradora já enfrenta uma ação coletiva dos acionistas nos Estados Unidos, que foi aberta em 2016 e está buscando uma quantia não especificada de danos. Ao lado da outra controladora (Vale) e a própria Samarco, a BHP Billiton assinou acordo com as autoridades brasileiras em junho para resolver um processo de R$ 20 bilhões (US$ 5,3 bilhões) relacionados ao rompimento da barragem em Mariana (MG). 
 
A BHP informou que espera registrar uma cobrança de US$ 650 milhões nos resultados do ano fiscal de 2018 relacionados ao fracasso, que, segundo analistas, estava no limite inferior das expectativas.