12/09/2019
INFRAESTRUTURA

Arnaldo Jardim quer investimentos

O deputado federal Arnaldo Jardim (Cidadania-SP), na abertura da Exposibram 2019, falou sobre o cenário desafiador que a mineração vive atualmente. "O Brasil é uma grande potência mineral, do Pará à Bahia, Minas Gerais e São Paulo. Nós, no Congresso, queremos contribuir para que o setor aprofunde seu compromisso com a sustentabilidade e com a inovação, que marca o momento da nova mineração", disse.

O deputado destacou ”formidáveis programas” que serão implementados no âmbito mineral. De acordo com Jardim, o quadro econômico impõe uma importante tarefa de reconstrução econômica e institucional. "Nós já votamos a Medida Provisória 881, da liberdade econômica, que consagra uma nova visão do papel do estado. Trabalhamos agora para aperfeiçoar o novo Marco Regulatório para as Parcerias Público-Privadas (PPP). Tratar da hipertrofia que há nos órgãos de controle também está na pauta da nossa comissão de infraestrutura da Câmara dos Deputados". Também mencionou o fato do Estado ser menos provedor e mais regulador. "Toda herança que nós temos precisa ser enfrentada. Tenho a convicção de que, nesse sentido, nós estamos procurando avançar de forma significativa com o novo governo".

Um dos pontos comentados por jardim é o compromisso dos parlamentares que integram a Comissão de Infraestrutura na Câmara dos Deputados. Atualmente o setor de infraestrutura representa pouco mais de 30% do PIB, um número que já foi superior a 80% no início dos anos 80. "O Brasil não tem conseguido repor algo fundamental: uma estrutura que viabilize condições adequadas de desenvolvimento. Por isso, só a retomada de investimentos poderá afastar os riscos jurídicos no setor da mineração, como os critérios de garantia e de caducidade", afirmou o deputado. Por fim, ele reiterou seu otimismo com o desenvolvimento do setor.

Veja também