05/01/2017
ALUMINA

Alcoa pretende fechar fábrica no Suriname

A Alcoa Corporation anunciou que pretende fechar permanentemente a refinaria de alumina da Suralco e as minas de bauxita no Suriname, que estão com produção totalmente reduzida desde novembro de 2015. O Governo da República do Suriname e a Alcoa continuam a desenvolver acordos definitivos sobre as atividades restantes da Suralco no país e o futuro da indústria da bauxita no Suriname. A expectativa, com a conclusão desses acordos, é que a Alcoa continue operando a usina hidrelétrica Afobaka, que forneceu energia para as operações da Suralco.

"Estamos trabalhando em parceria com o Governo da República do Suriname para alcançar a melhor solução possível que permita ao país manter sua indústria de bauxita. O diálogo está em andamento e progressos estão sendo alcançados", disse Roy Harvey, diretor executivo da Alcoa. "À medida que entramos em 2017, também continuamos a racionalizar e fortalecer nosso portfólio para focar melhor nossos negócios e as oportunidades de crescimento à nossa frente".

Como resultado do fechamento permanente das minas e refinarias, a Alcoa registrará no quarto trimestre de 2016 a cifra de US$ 90 milhões em encargos relacionados à reestruturação, após impostos e participação não controladora. A participação da Alcoa nos custos totais de caixa associados ao encerramento, incluindo os acréscimos anteriores, é estimada em US$ 151 milhões em cinco anos, com US$ 24 milhões a serem gastos em 2017.

A AofA e a Suralco fazem parte do grupo Alcoa World Alumina and Chemicals (AWAC), com 60% da Alcoa e 40% da Alumina Limited. Os acordos de parceria da AWAC entre a Alcoa e a Alumina Limited prevêem a alocação de certos passivos formados antes da formação da AWAC em 1º de janeiro de 1995. Embora a Alcoa e a Alumina Limited estejam atualmente no processo de alocar os custos e passivos da AWAC relacionados com a Suralco de acordo com essas provisões, os encargos registrados representam a visão da Alcoa sobre os passivos no momento.

Em 1º de novembro, a Alcoa Corporation anunciou que havia completado a separação de sua empresa-mãe Alcoa Inc. (agora chamada Arconic Inc.) e começou a operar como uma empresa independente e de capital aberto.

Veja também